Não cometa estes erros! O que você precisa saber antes de começar a fazer seu comércio eletrônico.

Se você ainda não começou a vender seus produtos pela internet, chegou a hora de repensar e planejar sobre isso. Hoje a conectividade proporciona uma expansão na comercialização de produtos com um baixo investimento. Muitas empresas investem em e-commerce, mas é necessário conhecer muito bem o mercado do qual você está inserido. Abaixo iremos explicar o que você precisa saber antes de começar a fazer seu comércio eletrônico, e evitar alguns erros.

O que é?  

Comércio eletrônico ou e-commerce é todo o processo de troca, venda, compra e transferência pela internet. Simplificando, é um comércio como todos os outros, só que online.

Esse tipo de comércio aplica uma série de atividades operacionais, seja de pequenos e médio empreendedores até grandes multinacionais.


A evolução do e-commerce

O e-commerce evoluiu com o surgimento de pequenas lojas virtuais que tinham por objetivo facilitar os serviços online. Software as a Service (SaaS), venda de produtos, marketing e marketplace, redes sociais e aulas em vídeo foram fatores que contribuíram para essa evolução.

O seu surgimento exato inicia no dia 11 de agosto de 1994. Nesta data, um comerciante vendeu para determinado usuário um CD do cantor String em seu website.

Hoje, quaisquer usuários podem comprar tudo o que desejam e necessitam com
apenas alguns clicks e toques se for o caso de smartphones. A internet se tornou o principal canal de conectividade entre pessoas de interesse em algum produto ou serviço disponível.

Tipos de comércio eletrônico

Existem vários tipos de comércio eletrônico. A melhor forma de classificação se relaciona com o envolvimento em transações. Observe abaixo alguns deles:

Business to business (B2B): A troca é feita entre empresas. 

Business to consumer (B2C): Troca é feita entre empresa e um determinado cliente individual.

Consumer to business (C2B): A troca é feita entre um consumidor que presta o seu produto ou serviço para determinadas companhias.

Consumer to consumer (C2C): A troca é feita entre um único consumidor para outro consumidor.

Como começar a fazer seu comércio eletrônico, e evitar alguns erros?

Esse mercado está sempre em grande expansão, você que está pensando em começar a vender online precisa saber antes de fazer seu comércio eletrônico que existem hoje multiplataformas disponíveis do qual auxiliam muitos empreendedores sem conhecimentos técnicos em linguagens e programação ao desenvolver o seu comércio online.

Flexibilidade e agilidade são características convenientes e vantajosas de se ter um comércio do tipo. No entanto, para que ele funcione com ultimação, características e habilidades em outras áreas como logística, comunicação e gerenciamento de clientes devem fazer parte do processo.

Alguns tópicos que devem fazer parte desse desenvolvimento, são:

1- Escolha um produto para vender ou conheça muito bem o mercado do qual está inserido antes de anunciá-lo na internet. 

2- Pense num conceito e design que deseja acrescentar no seu processo. Lembre-se, nunca fuja do seu branding caso você já venda comercialmente. 

3- Crie sua loja virtual. Aqui, você pode utilizar ferramentas para o desenvolvimento de sites. O WordPress disponibiliza em seu catálogo várias delas, como: ElementorDIVIWP Builder e outras.

4-  Catalogue os seus produtos. Chegou a hora de subir os seus anúncios, escolha as imagens com excelente qualidade e anuncie com frases de impacto. Otimizar o layout e o carrinho de compras do seu site podem auxiliar nesse processo. 

5- Método de pagamento. Escolha um método conhecido e oferece para seus clientes várias opções em parcelas e boletos, nos da Brasil Web Host recomendamos que utilize, Juno, Mercado Pago, Pagseguro ou Paypal, pois estes apresentam plugins nativos para WordPress.

6- Logística. Com os produtos prontos, é hora de escolher como entregar seu produto aos clientes, quais localidades irá atender e qual o forma desta entrega, transportadora ou correios.

7- Mídias sociais. Invista em produção de conteúdo para alavancar ainda mais o seu negócio, gerando relacionamento e conversão de venda.

Chegamos em um ponto extremamente importante, o que você precisa saber antes de fazer seu comércio eletrônico e não cometer erros? A resposta é simples, investir e desenvolver o seu próprio site! Ninguém constrói sua casa em terreno de outros, constrói?

Muitas empresas utilizam o marketplace para a expansão do seu comércio. Acontece que o cliente muitas vezes, acaba se relacionando com a plataforma e não com o seu negócio, por isso é bem mais vantajoso o desenvolvimento de um próprio site pois você constrói algo que é seu do que alugar um espaço em um comércio já existente. 

Vantagens e benefícios desse mercado

Separamos aqui, uma lista vantajosa e benéfica do porquê investir em seu próprio site.

  • Vendas em quaisquer dias e horários
  • Visibilidade dos produtos oferecidos 
  • Dados concretos sobre tais consumidores
  • Monitoramento do desempenho constante do site e número de vendas 
  • Custo de investimento menor e viável 
  • Praticidade e estruturação
  • Facilidade nas implementações promocionais 


O seu e-commerce pode trazer todas essas qualidades e muito mais! 

Leave a comment